Site desenvolvido por Lacir José dos Reis. Desculpe mais a radio ainda não está em funcionamento. Ainda estamos trabalhando para isso.
 

Sinto muito em dizer-te:
Que o mundo que tanto veneras
formou-se de muitas esferas
de ilusões vencidas,
de mentes comprometidas
com o lado ilusório da vida,
deixando tua alma ferida
de morte... Sem eixo.
Embora o viver te obrigue
a muitas mentiras piedosas,
à verdades dolorosas...
Caminhos conflituosos, tortuosos...
Sempre retornas.
Retornas por causa de parte da morte
do ego insistente
que luta desesperadamente
e nega-se à santa União: mente+coração.
E luta, esbraveja, blasfema!
Sempre recorre a uma cena
tentando a ilusão perpetuar. E a mente cansa...
Esgotam-se os teus argumentos
E saem de ti mil lamentos
Choras a perda da falsa alegria,
da tola e ilusória euforia
que do Centro procura afastar-te,
do âmago do Ser isolar-te,
mostrando-te novos conceitos.
Valores coletivos te invadem
Consomem teus sonhos mais altos
Assim são feridos os incautos
Que buscam os passageiros prazeres
Que tentam refugiar-se na memória ou no vício.
E consomem-te as lágrimas
Internas... Não reveladas.
Afogas os teus desenganos
E agora, em outros planos,
procuras refúgio e consolo
Um erro sem erro, sem dolo
Um ultrapassar, uma prova
E o ser assim se renova...
Despe-se, e a alma descalça
tenta de novo pisar o “solo sagrado”
O espelho no qual és revelado, procuras,
pois sabes que és templo, morada,
eterna amante, enamorada
de teu Senhor e teu Rei
Que habita nas profundezas
Trazendo lâmpadas acesas
Tentando mostrar-te o caminho
Entre a flor e o espinho
Que deves saber percorrer.
E mesmo que a carne se corte
E mesmo que o sangue escorra
Sabes que mesmo que morras
Sempre haverá um renascer
Como o vinho nasce da fermentação
Qual duna que surge da areia
O sangue que corre na veia
é o mesmo que alimenta o Universo
Não é somente um sonho perverso
Não é batalha perdida
É fome do Eterno, de Vida!
Que vibra em todo o contexto
E há mais um sentido – o sexto,
que alerta que há muito a realizar
no plano do inconsciente
onde sempre estarão presentes
as duas metades opostas
E sabes, tu crês e apostas
na vitória da tua escolha.
Eis o dilema, o açoite
Viver entre o dia e a noite
É trabalho de Titãs
Pois não haverá almas sãs
sem antes ficarem doentes
E em dores e febres ardentes
Purificam-se no Fogo do AMOR.

 

Bem vindos a Radio Adoradores. Um espaço para quem gosta de estar em sintonia com a palavra de Deus.

Anuncie aqui. Entre em contato pelo hotmail: impacktus@hotmail.com
Mural de recado 2
Mural de recado 3
Today, there have been 1 visitantes (3 clics a subpáginas) visitaram esse site
=> ¿Desea una página web gratis? Pues, haz clic aquí! <=
Adorai ao Senhor dos Exercitos.